terça-feira, dezembro 06, 2005

Essa Noite PIRAndelliaMOS

No dia 05 de Dezembro, assisti ao espetáculo “ESSA NOITE PIRAndelliaMOS” no Teatro Ruth Escobar em São Paulo do GRUPO EVOÉ, peça de conclusão do sexto semestre noturno do curso de artes cênicas da Faculdade Paulista de Artes, dirigida por Marcelo Braga. O espetáculo é um METATEATRO (um teatro dentro de outro) onde até nós o público nos vemos muitas vezes parte do espetáculo. Numa linguagem cômica, popular e personagens cotidianos falam dos conflitos das máscaras que se escondem uma nas outras e por fim escondendo-se o homem, os personagens que procuram um autor, e querem ser encenados, mas querem eles mesmos interpreta-los, porque cada diretor, cada ator o fará diferente, mas nunca como o deve ser, mas na grande revelação mostra na prática que sem o ator não há teatro. Brincam com a presença de críticos conhecidos do teatro onde criticam o próprio espetáculo.

Encenar Pirandello é um enorme desafio, que só se tornou possível com a ajuda, perseverança e dedicação destes jovens atores que vivenciaram um processo de quatro meses bem à moda pirandelliana – muitos conflitos, grandes descobertas, desencontros, angústias, momentos de desilusão, momentos de euforia, mas acima de tudo uma enorme vontade de descobrir os diversos caminhos que levam ao METATEATRO” Marcelo Braga.

Foram ótimas as sacadas que tiveram para cada personagem e cada momento, e sua mistura entre o cômico e o drama! Parabéns e Evoé a todos!

E não percam dentro de poucos dias uma matéria sobre Anselmo Duarte, premiado diretor pelo filme O Pagador de Promessas (1962).

Por Lell Trevisan