sábado, maio 24, 2014

A Ultima Sessão - Análise Crítica



Sou audaciosa ao desenvolver uma resenha critica de uma peça de grande porte, grande elenco, encabeçada por um brilhante diretor então, é de tencionar cada nó de músculos. Pressupõe-se como me sinto ao rever os atos em meu pensamento e minuciar cada fascino acometido ao passar do espetáculo e se propor a tal abuso.

Mas não há prazer maior do que analisar cada peculiaridade desta magnifica peça sob três diferentes visões: da atriz, da produtora e da plateia.

Certas atuações não temos sombra de duvida de que serão ovacionadas ora pela experiência ora pela síntese daquele personagem.Visto hoje no palco um elenco de grandes nomes e diga-se de passagem décadas de carreira e de vida, arrepiam a alma de uma atriz em aprendizado constante como eu.Voz,prontidão,presença cênica, articulação e jogos presentes incansavelmente sem o menos despudor de mostrar que não fazem o que fazem por acaso, Laura Cardoso com uma disposição de invejar muitas novatas, ensina lições de vida sobre os palcos nas quais devemos abrir os olhos e se perguntar: "o que tenho feio de minha vida?". Um banho de disciplina e vida liderado por Etty Fraser, que coloca de um lado um ator que utiliza uma gripe como empecilho de ensaio e do outro você que se apoia nas incongruências da vida ,em um mesmo questionamento:"o que significa viver? Como produtora, ressalto o cenário impecável, as marcações,figurinos, iluminação,sonoplastia uma harmonização forte como um grande concerto. Singularidade que nos transpõe à cena, a cada tilintar de copos, cada passo,cada jogo de luz. Como platéia torna-se pungente o fato de não restar uma única poltrona vazia,alguns hão de pensar no elenco notório mas eu afirmo que vai além disso. 

Uma peça necessita de outros componentes para juntas ser uma maquina.Um espetáculo se forma com a junção de várias peças entre palco,bastidores,ensaios e na mente do diretor, mas sobretudo se forma com a maquina humana de realizar sonhos, transformar fantasias e refletir em pequenos vértices a vida secreta de todos nós aquela que ao contrario de segredos guardados se expõe a nós mesmos diariamente vorazmente em fonte de lembrança.Ser dramaturgo e diretor nato é conseguir passar ao elenco tudo o q se passou em sua mente ao compor aquele enredo, não apenas com palavras e marcações mas com a simbiose de leitura.Isso é " A última Sessão" , um espetáculo grandioso para rir, se emocionar, e aprender para saber o que é ser ator de verdade e sobretudo sobre o que é a vida!

Serviço:
A ultima sessão
Teatro Frei Caneca
Shopping Frei Caneca
Rua Frei Caneca, 569