segunda-feira, setembro 29, 2014

Planeta dos Macacos por Kary Kiss


Por Kary Kiss

Em busca de uma aproximação a realidade fictícia aquele cuja a imagem humana caminha paralelamente a tecnologia que vive em constante mudança, as industrias cinematográfica estão cada vez mais apostando em re-makes consagrados para mostrar ao publico que a ficção sai das telas para expressar algo em vida.Podemos observar isso em Planeta dos Macacos ....

Nesse re-make que foge muito do original, há macacos que falam,pensam e agem 100% humanos.Porque essa totalidade percentual?Pelo fato de que a única diferenciação da raça humana aos demais seres é o sentimento, cujo é explicito cena a cena.Demonstrações de raiva, compaixão, medo, vingança e porque não um resquício de amor, trazem a nós, ser humanos pensantes, o quão outras classes tem se assemelhado a raça humana.

Seria o discernimento algo exclusivo de nós?Ou uma situação de perigo eminente pode ser a balança que distingue o bem do mal?

Em suma, o uso de nanotecnologia,robótica e efeitos extraordinariamente especiais abala os seres pensantes do lado de ca da tela, nas poltronas confortáveis ao se depararem com macacos armados com sub 15, armas de guerra e comandos via satélite.

Incomoda a tal ponto de não sabermos quem são os reais reféns, aqueles personagens do enredo insólito, ou nós que passamos cerca de 120 min sentados em expectativa.

Há que se pensar também na perda de contexto ao que gera um certo desconexo ao enfatizar o caos da humanidade no inicio do filme com uma certa epidemia laboratorial que no decorrer das cenas se dissipa sem a mínima preocupação de continuidade cênica.

Para quem esta em busca de reflexão, vale a pena assistir e identificar nossa cadeia hierárquica ali, naqueles seres ora quadrúpedes ora bípedes.

Se o seu objetivo é uma simpatia com nossos parentes distantes, aconselho a assistir King Kong que ao meu ver e creio que de muitos amantes da sétima arte, vale muito mais a pena em roteiro, enredo e efeitos.
O ponto positivo, as cenas de guerra se você enxergar além dos efeitos e ver a história por trás,disputas de território entre outros fatos que estão em continuo deleite ao nosso dia a dia.Mas o mérito maior mesmo dá-se ao Brasileiro responsável por toda a plástica que vemos desde as feições humanas até os nervos dos dedos.

Leia mais matérias de KARY KISS