sexta-feira, outubro 17, 2014

Entrevista com Renato Prieto


Em cartaz com ENCONTROS IMPOSSÍVEIS


Renato Prieto está em cartaz com ENCONTROS IMPOSSÍVEIS no Teatro Jaraguá, até 23 de novembro. O ator interpreta um jornalista que contracena com celebridades que já partiram. O texto é assinado pelo crítico e jornalista Rodrigo Fonseca. A direção é de Gustavo Gelmini. Ao lado de Prieto está o ator Victor Meirelles.

A trama é ambientada no apartamento de (Adão), local em que ele se encontra com pessoas que sempre desejou entrevistar. São personalidades que mudaram o rumo da nossa história, como Freud, Carmen Miranda, Marilyn Monroe, Judy Garland, Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, Chico Xavier, Martin Luther King e Frank Sinatra. Elas aparecem em cena por meio de projeções.

Prieto é um artista renomado e conhecido pelos seus trabalhos na área da doutrina espírita. É protagonista do filme Nosso Lar, que foi assistido por mais de 10 milhões de pessoas no Brasil e no exterior, e está agendada para novembro a estreia do filme Irmã Dulce.

ENTREVISTA COM RENATO PRIETO

Nanda Rovere - Como foi o seu contato com o espiritismo e o que mais te encanta em toda a filosofia espírita (com quais princípios você mais se identifica)?

RENATO PRIETO: O que mais me encanta é a objetividade das respostas do plano espiritual as nossas questões e perguntas, nos orientando sempre e deixando nas nossas mãos as responsabilidades e escolhas. Meu contato começou ainda muito jovem..eu questionava sempre tudo, todos os porquês...meus pais sempre nos deram liberdade absoluta para questionar e buscar respostas....e observando..lendo sempre muito eu encontrei na doutrina codificada por Allan Kardec respostas a todas as minhas perguntas. Tudo ficou muito claro/transparente, sem mistérios. Eu me identifico muito com a caridade e o amor para com todos, procuro encontrar a compreensão das diferenças e a tolerância com o tempo de cada um no caminho da evolução.Sem culpas,todos chegaremos lá.

NR - A dedicação a filmes e peças com temática espírita foi algo pensado? Quando começou a se dedicar a essa temática nas artes?

RP: Foi acontecendo naturalmente...um convite aqui outro acolá....Como já tinha uma formação acadêmica percebi que poderia ser muito útil a todos se colocasse meus conhecimentos aliados a arte como um todo, a serviço de ideias e projetos com temática espiritual. Hoje, passado um bom tempo. vejo

com mais clareza que tinha que ser assim mesmo e sigo feliz com minhas escolhas - sempre orientado pelo plano espiritual...

NR - Você tem um público que acompanha a sua carreira. Como é a sua relação com eles?

RP: De muito afeto e sou muito grato a todos por acompanharem sempre.

NR - Mesmo sendo um profissional de talento reconhecido, enfrenta preconceitos por se dedicar a essa temática na hora de pedir apoio e patrocínio, ou mesmo por parte do público?

RP: O público é sempre um grande parceiro e entende os caminhos que escolhi para seguir e gosta de nos acompanhar. Quanto a preconceitos, busco apoio como todos os meus colegas dentro das leis do nosso país e tenho conseguido muitas parcerias. Jamais ficaria parado pensando nas barreiras e dificuldades, elas me ajudam a avançar e vencer cada etapa. Gosto de desafios....

NR - Na peça você interpreta um jornalista que recebe visitas de grandes nomes da humanidade. De qual modo todas essas pessoas te influenciaram no modo de enxergar a vida e a morte?

RP: O texto do espetáculo cai como uma luva em todas as questões que venho defendendo ao longo do projeto. Como leio muito diria que todos, de alguma forma ou em alguns momentos, me fizeram enxergar que é possível sim viver numa sociedade múltipla, com diferenças e as mensagens que cada um passa para o publico têm sido muito elogiadas por todos.

NR - Uma curiosidade: chegou a conhecer o Chico Xavier pessoalmente? O que você pode falar sobre as realizações desse homem, que é admirado mesmo pelas pessoas que não são espíritas?

RP: Estive com Chico algumas vezes e, carinhosamente, sei que ele tinha um grande afeto por este projeto. A melhor forma de definir Chico Xavier é ‘UM HOMEM CHAMADO AMOR’! Foi uma honra ter trocado ideias com ele e compartilhar de seu luminoso espaço. Sempre atencioso com todos e com o coração do tamanho do universo.

NR - Em novembro estreia Irmã Dulce. Fale sobre o filme e a experiência de ajudar a contar a história dessa mulher que dedicou a sua vida a ajudar o próximo?

RP: Faço uma participação especial, afetuosa, junto com Regina Braga. Foi uma alegria estar ainda mais perto do universo dela, mas, como disse, estou lá como ator convidado, assim como Marcos Frota, Irene Ravache e outros amigos queridos.

Leia mais matérias de NANDA ROVERE

Ficha Técnica

Texto: Rodrigo Fonseca
Direção: Gustavo Gelmini
Elenco: Renato Prieto e Victor Meirelles
Vozes em Off: Henrique César, Nelson Xavier, Denise Reis, Lafayete Galvão,Célia Araújo, Selma Lopes e Rosana Penna
Videografismos: Daniel Todd e Paulo Vinicius Senise
Cenário: Doris Rollemberg
Iluminação: Celma Ungaro
Figurino: Anete Cota
Coreografia: Maíra Maneschy
Técnico responsável: Marcio Boti
Direção de Produção: Xodó
Administração: Fernanda Barbosa
Assessoria de Imprensa: C Rolim Assessoria de Imprensa
Realização: Projeto Renato Prieto / Pedrazul Produções Artísticas
Administração do Projeto: Pedrazul Produções Artísticas

Serviço:

Teatro Jaraguá
End: Rua Martins Fontes, 71 – Bela Vista, SP (Hotel Novotel Jaraguá).
Tel: 11-3255-4380/2802-7075
Estreia: 23 de Agosto
Temporada: 23 de Novembro
Classificação: 10 anos
Duração: 60min

HORÁRIOS: Sábado às 19h // Domingo às 17h

Ingressos:
Inteira: R$ 60,00 // Meia R$ 30,00
Grupos a partir de 20 pessoas: R$ 25,00
Horários da Bilheteria do Teatro:

Terça a quinta: 16h às 21h / Sexta: 16h às 21:30h / Sábado: 16h às 21h / Domingo: 15h às 19h (Horário sujeito à alteração conforme a programação do Teatro) /Aceitamos todos os cartões

Compra online: Ingresso Rápido – www.ingressorapido.com.br. / 11-4003-1212
Capacidade: 265 lugares (acesso para portadores de necessidades especiais)
O Teatro Jaraguá, possui estacionamento com manobrista, além de ponto de táxi, ambos dentro do Hotel Novotel Jaraguá (Valor especial no estacionamento do hotel para o público do teatro: R$ 18,00).

Contato/Produção – (21) 9-9515-0166 / xodo69@gmail.com

Assessoria de Imprensa: C Rolim Assessoria de Imprensa