domingo, outubro 26, 2014

Últimos dias para conferir o espetáculo Tempos de Marilyn no Viga Espaço Cênico



Dica de Nanda Rovere


Tempos de Marilyn apresenta a trajetória de uma das grandes atrizes do cinema mundial, que até hoje é lembrada pelo seu talento, sensualidade e por cenas memoráveis, entre elas: o seu canto de Parabéns para o presidente J.F. Kennedy, as belas pernas e o vestido esvoaçante no filme O pecado mora ao lado.

No palco, as atrizes Bia Borin, Débora Vivan e Priscila Oliveira dão voz às várias faces de Marilyn e conversam sobre a carreira da atriz e seus relacionamentos amorosos com Kennedy e com o dramaturgo Arthur Miller. A atriz era cultuada pelos fãs e viveu momentos de muito glamour, mas, como todas as pessoas, teve momentos de amor, solidão, alegria e tristeza.

Neste sentido, o dramaturgo Sérgio Roveri desnuda Marilyn Monroe e o público acompanha o encontro do Mito com Norma Jean, seu nome de batismo. A trama é ambientada no ano de 1962, na última noite de vida da atriz, quando ela recebe a visita de Norma Jeane. A fama não foi conquistada facilmente e que a atriz teve que abrir mão de muitas coisas para conquistar o sucesso.

Marilyn é humanizada e ao mesmo tempo o seu brilho é destacado: estrela e símbolo sexual, teve uma carreira brilhante, mas também enfrentou uma vida conturbada ( com graves crises de depressão), e acabou morrendo nova, aos 36 anos, ao que tudo indica em virtude de uma overdose de barbitúricos. Fica a pergunta: Quem era realmente era Marilyn Monroe?

A direção é de José Roberto Jardim, que guiou a encenação de modo a valorizar a alma de Marilyn, humanizando a musa sem deixar de ressaltar a sua importância para a história da cultura mundial.

Leia mais matérias de NANDA ROVERE

Sobre Sergio Roveri

Roveri tem uma longa carreira como jornalista e como dramaturgo tem alcançado grande sucesso de crítica e público. Sua primeira peça teatral foi Vozes Urbanas, à qual se seguiu Horário de Visita, um drama familiar que marcou a volta de Alberto Guzik para os palcos como ator. O Encontro das Águas, A Vida que pedi, adeus O Eclipse,Abre as Asas Sobre Nós, estão

entre os destaques. Sérgio Roveri está com outras duas peças em cartaz: Medeia: 1 verbo , no Galpão do Folias e Palavra de Rainha, no Teatro Viradalata.

Sobre José Roberto Jardim

Nasceu na cidade de São Paulo, em 24 de Junho de 1976. Formou-se pela Escola de Arte Dramática Universidade de São Paulo, (EAD/USP). Iniciou seu trabalho , em 1989, na Ópera de Pequim. Em 2001, entrou para a Companhia Teatral Os Fofos Encenam, onde permanece até hoje. No teatro, participou dos espetáculos Romeu e Julieta, O Encontro das Águas, Na Cama com Tarantino, Recordar é Viver, Credores, Assombrações do Recife Velho, Vidas Privadas, entre outros. Dirigiu Opus 12 para Vozes Humanas e Tem Alguém que nos Odeia.

Serviço:

Tempos de Marilyn

Sinopse: A peça combina fatos reais ocorridos na vida da atriz Marilyn Monroe com elementos fictícios surgidos de exercícios de improvisação e pesquisas para compor um painel fragmentado da vida de uma das mulheres mais famosas do século 20. Surgem em cena os momentos finais de seu casamento com o dramaturgo Arthur Miller, sua passagem por clínicas psiquiátricas e os constantes e já históricos atrasos aos sets de filmagens.

Quando: Terça e quarta, 21h. 50 min. De 5/8/2014 a 29/10/2014

Onde: Viga Espaço Cênico (r. Capote Valente, 1.323, metrô Sumaré, São Paulo, tel. 0/xx/11 3801-1843)

Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)

Classificação etária: 14 anos. Gênero: drama. Duração: 50min. Classificação etária: 14 anos