domingo, novembro 16, 2014

PARCERIA SESI CULTURAL E PREFEITURA DE PARATY


A Secretaria de Cultura da Prefeitura de Paraty, ao longo do ano tem se empenhado em estabelecer parcerias com entidades públicas, do terceiro setor e artistas, buscando o enriquecimento do leque de opções culturais oferecidos aos moradores e turistas que nos visitam. O foco principal destas parcerias são os jovens, artistas empreendedores culturais da cidade.

Por Ailton Amaral

Em outubro a cidade recebeu a Caravana Regional do Projeto Rio Criativo, da Secretaria de Cultura do Estado/RJ para algumas oficinas nas áreas de Concepção e Elaboração de Projetos Culturais, Planejamento Estratégico, Marketing, Mobilização de Recursos e Empreendedorismo.

Esta semana, foi firmada parceria com o SESI CULTURAL, um programa do SESI que desde 2004 vem investindo em projetos voltados para todas as áreas culturais, possibilitando assim uma ampliação do alcance dos programas de cultura no Estado.

Como programa piloto serão realizados nos meses de novembro e dezembro duas oficinas de capacitação para produtores culturais e também a apresentação do espetáculo infanto-juvenil “As Paparutas”.

RELEASE (fonte – Departamento de Comunicação da Prefeitura de Paraty)

As Paparutas, texto de estreia de Lázaro Ramos na dramaturgia, é um espetáculo infanto-juvenil inspirado em festa popular da Ilha do Paty, no Recôncavo Baiano, em que as mulheres se reúnem para cozinhar pratos típicos e dançar para a comunidade. Por meio de uma viagem lúdica, o espetáculo promove um intercâmbio de culturas construindo um imaginário criativo livre de preconceitos, ao abordar diferenças culturais, raciais, estéticas e outras. O SESI Cultural e a Prefeitura contarão também com a parceria da Casa de Cultura de Paraty, onde serão as apresentações nos dias 27 e 28 de novembro. Dois workshops completam a programação piloto do SESI Cultural em Paraty, ambos no Espaço Experimental de Cultura Cinema da Praça. O primeiro será de Cenário e Figurinos, dias 5 e 6 de dezembro, ministrado por Colmar Diniz, abordando a cenografia, o cenário em diferentes espaços, a iluminação, e como apresentar a concepção; e diferentes aspectos da criação de figurinos. No segundo, de Empreendorismo Cultural, 13 de dezembro, o que caracteriza um bom projeto e que o leva a dar certo ou não serão algumas das questões debatidas, tendo como referência experiências concretas bem-sucedidas, como o Ponto Cine, um cinema que desafiou todas as regras com criatividade e tornou-se um exemplo para todo o país, recebendo inúmeros prêmios.

(Ailton Amaral - para a Folha da Cultura)

Fotos – de divulgação

Leia Mais Matérias de Ailton Amaral