terça-feira, abril 07, 2015

Grupo XIX de Teatro promove mostra GRATUITA e começa pesquisas para novo projeto


Dica de NANDA ROVERE

A mostra faz parte do novo projeto do grupo intitulado Teorema: Sobre Certezas, Hipóteses e Vagalumes, contemplados pela 26º Edição da Lei do Fomento ao Teatro Para a Cidade de São Paulo, que prevê a montagem de espetáculo inédito sobre a obra Teorema, de Pier Paolo Pasolini, com dramaturgia de Alexandre Dal Farra (deve estrear no segundo semestre).

Dia 11 de abril começa a mostra, que traz espetáculos, shows e performances. Os eventos são gratuitos e acontecem no espaço do grupo, localizado numa antiga vila operária, Vila Maria Zélia (fundada em 1917 e tombada pelo Patrimônio Histórico em 1992) , o que faz com que o do passeio se transforme numa viagem pela história de São Paulo.

Integram o evento sucessos do Grupo XIX (Hygiene e Nada Aconteceu, Tudo Acontece, Tudo Está Acontecendo) e espetáculos que foram montados durante os núcleos de pesquisa orientados pelos integrantes do grupo durante o ano de 2014 (América Vizinha (e Memórias de Cabeceira ).

A programação começa com os espetáculos América Vizinha (às 17h) e Memórias de Cabeceira (às 20h00), dia 11 de abril. No dia 19, das 15h00 às 21h00 horas acontece a primeira Domingueira XIX com o espetáculo Hygiene, exposição de André Martins, sessão da peça Nada Aconteceu, Tudo Acontece, Tudo Está Acontecendo e encerramento com a performance musical Não Sou Nenhum Roberto, de Marcelo Veronez.

Programação completa:

Programação do Armazém 19

Dia 11 de abril – Sábado

17h00 – Espetáculo América Vizinha - Inspirados pela obra O Século do Vento de Eduardo Galeano, o Grupo Los Cucarachos (formado durante o Núcleo de Pesquisas 2014 e contemplados com

o Edital Proac Primeiras Obras) permitiu-se navegar pelas histórias latinas do século passado. Ficha técnica: Direção: Juliana Sanches. Assistência de direção: Tatiana Ribeiro. Direção musical: Matias Nuñes. Atores-criadores: Amilton de Azevedo, Bruno Piva, Daniel Viana, Débora Ribeiro, Denise Sperandelli, Gabi Costa, Juan Manuel Tellategui, Luisa Dalgalarrondo, Maria Carolina Dressler, Rosana Borges Silva, Tatiana Ribeiro, Thai Leão, Vanessa Candela e Vinicius Brasileiro. Músico convidado: Matias Nuñes. Cenário: Maria Isabela e Michel Fogaça. Figurinos: criação coletiva. Assistência de Figurino: Gabi Costa. Produção: Vanessa Candela, Luisa Dalgalarrondo, Denise Sperandelli e Amilton de Azevedo. Ilustração: Jaider Rosado. Coreografias: Michel Fogaça e Juliana Sanches iluminação: Michel Fogaça e Luciano Morgado. Contra-regra: Luciano Morgado. Mídias sociais: Maria Carolina Dressler. Duração: 90 minutos.Classificação: 16 anos. Capacidade: 70 lugares

20h00 - Espetáculo Memórias de Cabeceira - Esse núcleo teve como foco da pesquisa a criação de um retrato cênico de pessoas próximas a seus integrantes. Um caminho para a elaboração de uma dramaturgia própria dos atores a partir de memórias sobre seus retratados. Ficha técnica: Orientação: Rodolfo Amorim. Participantes: Bruno Canabarro, Cleuber Gonçalves, Natália Ribeiro e Vinícios Titae. Iluminação: Michel Fogaça. Cenotécnico: Luciano Morgado. Duração: 60 minutos. Classificação: Livre. Capacidade: 36 lugares. Local: Praça da Vila Maria Zélia

Dia 12 de abril – Domingo

18h00 – Performance Baseado em Fatos Reais - É um encontro multiliguagem que pretende reivindicar a “experiência” numa relação horizontal, entre artistas e público. A música, a palavra, a imagem, a indagação filosófica, o vídeo, são meios pra reflexão nesse encontro artístico. Ficha técnica: Direção e concepção: Janaina Leite e Fepa. Músico/performer: Fepa. Teclados: Bruno Bona. VJ/ performer: Flavio Barollo. Bateria: Luciano Tucunduva. Guitarra e violão: Marcelo Lemos. Baixo: Pedro Lobo. Duração: 80 minutos. Classificação: Livre. Capacidade: 90 lugares.

19h20 – Vídeo/instalação Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública - Um vídeo/instalação com duração de 20 minutos permite que cada expectador assista o vídeo sozinho e com fones de ouvido. Hoje a vida sexual das pessoas é debatida por parlamentares e religiosos, redes sociais e aplicativos de celular e apresentam uma "nova" forma de conhecer as pessoas. A partir das narrativas trazidas pelos atores/pesquisadores o núcleo levantou um perfil possível de uma vida sexual contemporânea nos centros urbanos. Ao mesmo coloca em jogo as possibilidades de discutir esta questão em cena no espaço da cidade. Ficha técnica\; Orientação: Luiz Fernando Marques. Artistas-criadores: André Medeiros Martins, Fernando Delabio, João Hannuch, Leonardo Oliveira, Luciano Morgado, Luiz Gustavo Jahjah, Marcelo Zorzeto, Paulo Arcuri, Rodrigo Sampaio e Ronaldo Serruya. Duração: 20 minutos. Classificação: 18 anos. Capacidade: 60 lugares

20h00 – Espetáculo Memórias de Cabeceira

Dia 25 de abril – Sábado

17h00 - Espetáculo América Vizinha

19h00 - Vídeo/instalação Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública

20h00 – Espetáculo Memórias de Cabeceira

Dia 26 de abril - Domingo

19h00 – Vídeo/instalação Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública

20h30 - Espetáculo Memórias de Cabeceira (na praça da vila)

20h30 – Espetáculo Foi Um Carnaval Que Passou (no Armazém)

Dia 2 de maio – Sábado

19h00 – Vídeo/instalação Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública

20h00 – Espetáculo Memórias de Cabeceira

Dia 3 de maio - Domingo

19h00- Vídeo/instalação Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública

20h00 – Espetáculo Memórias de Cabeceira

20h30 – Espetáculo Foi Um Carnaval Que Passou -A partir da ideia do carnaval como metáfora da subversão e da ideia do corpo livre como utopia, os atores do núcleo de pesquisa ator-dramaturgo/2014 criaram personas e fantasias para falar do tempo em que vivem e da (im) possibilidade de construir novas identidades no mundo de hoje. Ficha técnica: Direção e orientação dramatúrgica: Ronaldo Serruya. Atores dramaturgos: André Martins (Rainha da Melancolia), Edson Raphael (Homem-amarra), Fernanda Roman (Dorotéia Borrada), Lucas Dantas (Bom Moço), Tâmara Vasconcelos (Palhaço das Perdidas Ilusões), Tatiana Caltabiano (A Mulher Bomba) e Tuany Mancini (Filha da Vergonha). Duração: 60 minutos. Classificação: 16 anos. Capacidade: 40 lugares.

Dia 9 de maio – Sábado

19h00 – Vídeo/instalação Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública

20h00 – Espetáculo Quebra Cabeça (na praça da vila) - Um imenso quebra-cabeça cheio de buracos e peças que não se encaixam. Memórias, personagens e referências se cruzam e se confundem na procura de pistas. Registros e documentos acompanhados de um esgotamento, de uma ausência e de uma sensação estranha de ser só atriz e mais nada. Ficha Técnica: Concepção, atuação e direção: Camila dos Anjos. Duração: 60 minutos. Classificação: 12 anos. Capacidade: 54 lugares.

20h00 – Espetáculo Memórias de Cabeceira (no Armazém)

Dia 10 de maio – Domingo

18h00 – Espetáculo Quebra Cabeça - Camila dos Anjos

19h00 - Vídeo Dramaturgias Secretas de Uma Vida Sexual Pública

20h00 – Espetáculo Memórias de Cabeceira

20h30 – Espetáculo Foi Um Carnaval Que Passou

Programação Domingueiras XIX

Dia 19 de abril – Domingo

15h00 – Espetáculo Hygiene com Grupo XIX de Teatro - Segundo espetáculo montado pelo Grupo XIX comemora, em 2015, dez anos desde sua estreia. Encenada à luz do dia, originalmente, nos prédios históricos da Vila Operária Maria Zélia, a peça é baseada em uma pesquisa sobre o processo de higienização urbana no Brasil do fim do século XIX, onde um grande contingente de culturas e ideias dividem o mesmo teto - o cortiço. Ficha técnica: Direção: Luiz Fernando Marques. Pesquisa e Criação: Grupo XIX de Teatro. Elenco: Janaina Leite, Juliana Sanches, Paulo Celestino, Rodolfo Amorim, Ronaldo Serruya e Tatiana Caltabiano. Figurinos: Renato Bolelli. Contra-Regra: Luciano Morgado e Michel Fogaça Produção Executiva: Vanessa Candela. Produção: Grupo XIX de Teatro. Duração: 80 minutos. Classificação: Livre.

16h30 - Exposição André Martins (Café XIX estará aberto)

18h00 – Espetáculo Nada Aconteceu, Tudo Acontece, Tudo Está Acontecendo com Grupo XIX de Teatro - Nada Aconteceu, Tudo Acontece, Tudo Está Acontecendo - Escrita pelo grupo em parceria com Alexandre Dal Farra, a peça estreou em 2014. A encenação dialoga com a obra Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, que serviu como uma “base fabular” para a montagem. Dramaturgia: Grupo XIX de Teatro e Alexandre Dal Farra. Direção: Janaina Leite e Luiz Fernando Marques. Elenco: Janaina Leite, Juliana Sanches, Paulo Celestino, Rodolfo Amorim, Ronaldo Serruya, Fernanda Brandão e Gabi Costa. Assistente de Direção: Daniel Viana. Iluminacão: Wagner Antônio. Assistente de iluminação: Michel Fogaça. Cenário: Felipe Cruz e Luiz Fernando Marques. Figurino: David Parizotti. Assistente de Figurino: Chris Bassilio. Contra-Regra: Luciano Morgado Produção: Vanessa Candela. Duração: 120 minutos. Classificação: 16 anos. Capacidade: 70 lugares.

20h00- Performance musical Não Sou Nenhum Roberto com Marcelo Veronez - O cantor mineiro faz releituras de canções de Roberto e Erasmo Carlos.

Leia mais matérias de NANDA ROVERE

Serviço:

ARMAZÉM 19 e DOMINGUEIRA XIX – Rua Mário Costa 13 (Entre as ruas Cachoeira e dos Prazeres) – Belém. Telefone – (11) 2081-4647. Acesso para deficientes físicos. Informações e reservas, de segunda a sexta-feira das 14 às 18h. Estacionamento gratuito. Site - www.grupoxix.com.br